Track 1: “Carry On”, por Avenged Sevenfold

O que podemos dizer sobre a nova música do Avenged Sevenfold, “Carry On”, feita para o jogo Call Of Duty: Black Ops II? Diferente da até boazinha “Not Ready To Die”, feita para a primeira versão de Black Ops, essa nova música, já na primeira vez, consegue soar tão ruim, mas tão ruim, que assim que terminou, meus tímpanos estavam implorando por misericórdia. Mas o que eu fiz? Resolvi ouvir de novo, talvez eu esteja pré-julgando, talvez seja melhor do que eu pensei na primeira vez. Não era. A música continuou horrorosa. Como eles conseguiram ouvir essa música e pensar “essa nossa nova música é ótima!”? Como?

Em um pequeno resumo, “Carry On” (não preciso nem ler a letra para saber do que se trata, de tão clichê e óbvio o título da música) é como se fosse reproduzida por uma versão Metal do Restart (para alguns é o próprio Avenged Sevenfold, mas isto não vem ao caso), querendo emular os lendários grupos Iron Maiden e Metallica ao mesmo tempo, com uma versão tão-ruim-quanto-mas-com-mais-emoção de Axl Rose como vocalista. O resultado é um fracasso metaleiro. Desde as guitarras plastificadas e seus riffs extremamente irritantes até uma bateria comum (qual a banda em sã consciência que não seja o Dream Theater despacha Mike Portnoy?) esta canção falha. Desde os terríveis timbres escolhidos até aos vocais, que estranhamente soam “sem alma”, esta canção falha. Não consigo pensar em nada positivo sobre “Carry On”. Nada. Talvez a mensagem positiva da letra? Se não fosse tão óbvia no título, talvez sim, talvez não. Mas a banda não passa a emoção e uma boa letra para um tema onde a emoção é o fator principal, algo que o Angra fez muito bem com uma música de mesmo nome (e eu nem gosto dela e admito que ela passa a emoção necessária).

Tinha um tempo que eu gostava desta banda e de sua música, e alguma de suas músicas continuam boas, mesmo depois de tanto tempo. Mas, mesmo no auge do meu gosto pelo grupo, eu dificilmente iria gostar de “Carry On”, por, além de soar tão genérica, ser horrível. Eu nunca achei que a banda chegaria a este ponto. Para o gênero Metal, Rock, ou qualquer coisa que você queira classificar a banda, “Carry On” está no meu topo de pior música do ano. Talvez os fãs mais fiéis e novos do grupo iram adorar está música. Se você quer dar uma chance ao grupo, esta música não é a certa para começar.

2 pensamentos sobre “Track 1: “Carry On”, por Avenged Sevenfold

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s