Fresno – O Acaso do Erro (2001)

Origem: Brasil
Gêneros: Hardcore, Punk Rock, Emocore
Gravadora: Independente

O Acaso do Erro é um EP Demo da banda Fresno, as primeiras gravações “quase” profissionais, o EP é independente e se você acha que a Fresno é ruim HOJE, vai achar uma maravilha ou até respeitá-los, se ouvir o EP de 2001. A banda era composta por Leandro Pereira (vocais), Lucas Silveira (guitarra), Gustavo Mantovani (guitarra), Pedro Cupertino (bateria) e Pedro Lezo (baixo), ainda sem Lucas Silveira nos vocais e sem Tavares e Bell Ruschel na banda. Em O Acaso do Erro a banda fazia um som muito “podre”, as letras falam de assuntos muitos bobos, o vocal de Leandro Pereira está horrível. O flertamento com o tão famoso emocore já existia, porém pouco (a não ser pelas letras), o EP mostra uma mescla de hardcore com punk rock. Poucos bons momentos a demo possui, por exemplo, o bom riff de guitarra de ‘A Sete Palmos Do Chão’. O EP tem apenas 17 minutos de duração, eu recomendo a ouvir ele, e logo em seguida, ouvir o muito bom Cemitério das Boas Intenções, EP de 2011, aí você verá uma incrível evolução que teve na banda, eles fizeram muita merda no seu longo caminho, mas hoje parece que aprenderam bastante coisas e fazem um som com cara bem underground, as letras de Lucas melhoraram também, podemos comparar algumas das letras de Cemitério das Boas Intenções (aonde o tema ateísta está muito presente) com a última canção de O Acaso do Erro, ‘Se Algum Dia Eu Não Acordar’, que começa com a seguinte estrofe: Imagine se um dia eu não acordar – Quem vai puxar assunto com você?

Continue a ler

Anúncios