Adrenaline Mob – Adrenaline Mob (2011)

Origem: Estados Unidos
Gêneros: Heavy Metal, Metal Alternativo, Hard Rock
Gravadora: Independente

Adrenaline Mob é a banda que chegou com uma proposta totalmente inesperada pelos fãs dos integrantes da banda, que é composta por senhores de muito respeito no meio da cena do Metal Progressivo, como ex-baterista do Dream Theater, Mike Portnoy e o poderoso vocalista do Symphony X, Russel Allen, além do virtuoso guitarrista Mike Orlando e também por, agora, ex-integrantes como o guitarrista do Fozzy e Stuck Mojo Rich Ward e o baixista Paul DiLeo, também do Fozzy. A proposta do grupo era trazer um som direcionado aos riffs pesados da guitarra com um pouco de virtuosismo, algo parecido com o que o Pantera fazia. Não foi muito bem recebido pelos fãs do Dream Theater, Symphony X e outros fãs de Rock e Metal Progressivo, mas ainda é um boa estreia este EP.

O EP é composto de 5 faixas, sendo a última um bom cover de “The Mob Rules” do Black Sabbath, que mantém certa lealdade a versão original. Todas as canções são belas porradas sonoras, apesar de não serem extremamente originais, ainda assim são músicas para balançar a cabeça fortemente. Baixo marcante de Paul, linhas da dupla de guitarra bem pesadas, um Portnoy mais contido e um forte presença na voz explosiva de Russel, que apesar de as vezes soar repetitiva sua interpretação, encaixa com a intenção do som. Os solos de Orlando são bem “fritados”, em outras palavras, se você gosta de técnica exagerada acima daquele “sentimento”, isso vai te agradar facilmente. As quatros faixas (“Psychosane”, “Believe Me”, “Hit The Wall” e “Down To The Floor”) deste lançamento, que você pode ouvir via stream aqui, estarão em Omertà, primeiro álbum de estúdio do grupo (sem contar o EP), são um bom saboreio para quem gostou da proposta do grupo. Se tem defeitos? Claro. Solos exagerados e apresentam uma faceta mais barulhenta do que técnica (as vezes soam como tentativas de estupro a pobre guitarra) e uma linha de bateria bem conformada de Portnoy, e quem conhece o cara sabe que ele faz algo muito melhor, mas ainda sim é um bom lançamento. Agora é só aguardar Omertà, que será lançado este ano.

2 pensamentos sobre “Adrenaline Mob – Adrenaline Mob (2011)

  1. Gostei do EP, mas eu espero mais do outro novo projeto do Senhor Portnoy, que tem Billy Sheehan e Richie Kotzen(!!!!), e parece que o Adrenaline Mob não vai ser algo duradouro, apenas um tampa-buraco até o Portnoy achar alguma banda/projeto que ele se afirme, e eu acho que o Portnoy meio que já sabia disso, por isso não tá la tão inspirado nesse EP.
    Gostei da resenha, bem direta *0*

  2. Pingback: Adrenaline Mob – Omertà (2012) « Images & Words

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s