As I Lay Dying – Shadows Are Security (2005)

Origem: Estados Unidos
Gênero: Metalcore
Gravadora: Metal Blade

Metalcore, um gênero que eu costumava considerar o meu favorito. Com o tempo, metalcore me decepcionou pela falta de criatividade e versatilidade. As músicas pareciam ser as mesmas, com exceção de algumas bandas, e geralmente essas bandas não eram puro metalcore. Esse disco do As I Lay Dying, Shadows Are Security, que é metalcore puro, me lembrou justamente desta época.

O disco começa com Meaning In Tragedy, uma verdadeira porrada. Bateria firme e forte, baixo conformado com sua participação, guitarras fazem suas participações, mas quem acaba tomando o destaque para si é o vocalista Tim Lambesis, mostrando toda sua força com seu gutural. A música acaba e já emenda Confined, que também é uma porrada, mas demora um pouco pra engrenar, e quando engrena, soa mais pesada que a primeira faixa. Dave Arthur faz vocais limpos, o oposto de Tim.

Mas o maior problema deste disco é falta de versatilidade e criatividade. Todas as músicas soam do mesmo jeito. E o curioso é os solos de guitarra. Numa música, a guitarra sempre rouba alguns segundos para ter um solo em especial, na maioria das vezes. Neste disco, poucas músicas possuem solos. A falta de solos é ótimo para criar uma atmosfera, mas o ruim disso é para criar músicas singles. Confined é uma música single, e não possui solo. Não que solo seja necessário, mas para alguém que não conhece a banda e ouvir um solo incrível em uma música, geralmente cativa os ouvintes. Mas existe boas músicas sem solo? Sim, mas os caras do As I Lay Dying não sabem, tanto que as músicas com solo soam melhores que as sem solos. Motivo? Por que soa diferente! O disco é sempre igual! Algumas músicas são um pouco melhores que as outras, mas é pouca coisa que muda entre uma e outra. Algumas Dave canta o refrão, como em The Darkest Nights, e é uma das melhores do disco. A última faixa, Illusions, pode ser considerada a melhor do disco, mas nada de espetacular.

Shadows Are Security do As I Lay Dying é um disco cansativo e repetitivo. Não encanta e não trás nada de novo, ficando somente abaixo da média. Pode ser considerado bom ou ótimo somente para os fãs do gênero ou fãs da banda. Se você gosta da banda, é recomendado. Agora, se você quer ouvir uma banda de metalcore, ouvindo algum disco em específico, Shadows Are Security será sua decepção. Escolha outro e salve seus tímpanos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s